sábado, 14 de setembro de 2013

25 pérolas de páginas de direita no Facebook: o ódio e a ignorância como ideologias



Ódio: o lema de grande parte da direita conservadora brasileira, senão dela inteira.
Ódio: o lema de grande parte da direita conservadora brasileira, senão dela inteira.
Aviso: leia imprescindivelmente as regras de comentários do blog antes de comentar este post. Não vou poupar quem vier despejar ódio, grosseria, hostilidade e preconceito (mesmo com o disfarce de discordância) por aqui – comentários do tipo serão apagados e lamentações de quem teve comentários deletados serão ignoradas.
Nessa semana eu visitei diversas páginas brasileiras de direita conservadora do Facebook. Uma das minhas intenções era ver o que o conservadorismo brasileiro tem a oferecer de ideias e propostas de sociedade para os brasileiros em geral. Mas não achei nada que lembrasse uma vontade de promover justiça, promover o bem.
Tudo o que eu achei foi ódio. Ódio contra tudo aquilo por que a esquerda libertária luta, e também por quem é ou era militantemente de esquerda. Ódio contra a luta LGBT, contra o respeito às diferenças, contra quem luta pela igualdade, contra o ambientalismo, contra o feminismo, contra os Direitos Humanos, contra o socialismo e o comunismo (contra estes o ódio ultrapassa todos os limites de irracionalidade e fanatismo), contra a luta dos ateus por visibilidade e respeito, contra a onda nacional de protestos de junho, contra o pouquinho que existe de Estado de bem-estar social no Brasil, contra a distribuição de renda, contra a diversidade etnocultural e religiosa… contra tudo e todos que tenham como ideais a justiça, a igualdade, o progresso ético-moral, o chamado desenvolvimento social, o respeito e a paz. Só não achei ódio racial porque hoje racismo é crime no Brasil, ainda que tenha encontrado uma absurda imagem racista contra a diversidade etnocultural – que não divulguei aqui por precaução.
Mesmo políticos e partidos que abandonaram a esquerda e aderiram a um pragmatismo misto de politicamente liberal (pelo menos no que tange à privatização de bens públicos) e moralmente conservador – aliás, mesmo partidos que hoje são largamente reconhecidos como de direita – foram fulminados.
Não faltaram alianças com grupos e indivíduos fascistas, antidemocratas, ultramisóginos, fundamentalistas religiosos e homofóbicos. Outras coisas que não faltaram foram as falácias, em especial do espantalho, ad hominemnon sequitur e distorções de fato, revelando-se uma impressionante ignorância histórica e política sobre regimes ditatoriais, a natureza e os objetivos das ideologias de esquerda, a existência de corrupção em partidos e governos/regimes de direita e centro-direita (inclusos os governos de FHC em Brasília e de José Serra em São Paulo), os ideais que movem movimentos como o feminista e o LGBT, as causas da existência da pobreza, entre tantas outras coisas.
Não achei motivos ali por que eu deveria me tornar um conservador. Só achei ódio, raiva, rancor, fanatismo, mentiras, falácias, preconceito e ignorância. Cheguei perto de sentir mal estar e tontura diante de tanto ódio. Me perguntei como as pessoas que curtem ou mantêm tais páginas vivem bem de saúde física e mental – se ao menos vivem com a saúde íntegra – tendo o ódio como princípio moral.
Como frutos colhidos dessa fuçada em fanpages de direita, catei 25 imagens que são verdadeiras pérolas. Foram escolhidas por serem falaciosas, refletoras de ignorância sócio-político-histórica ou simplesmente absurdas demais. Cada uma leva os devidos comentários e teve sua origem ocultada de modo a não divulgar as páginas que eu visitei.
Felizmente tal ideário tende a se tornar cada vez menos difundido e mais repudiado. A sociedade brasileira está começando a entender que defender a conservação da ordem injusta existente é algo absurdo e o ódio não leva a nada.
Veja as 25 imagens abaixo, clicando em cada uma para vê-la em tamanho completo.

perola-antiaborto
A direita jura que embriões que sequer desenvolveram um cérebro e sistema nervoso central são capazes de pensar e manifestar desejos e intuições. Usa de falácias do espantalho (como a de que o feminismo defenderia que seria normal ou mesmo mandatório abortar fetos desenvolvidos ou mesmo próximos de nascer por qualquer motivo banal) e chantagem emocional para convencer as pessoas de que uma mórula (embrião que ainda tem o formato de um cacho de células-tronco) tem mais dignidade e direitos que, presumivelmente, uma criança já nascida que cresce numa favela. E obviamente a mulher que figura na imagem é branca – fora das imagens que negam as formas veladas de racismo e as políticas afirmativas raciais, são raríssimas as pessoas negras ou indígenas nas imagens panfletárias da direita.

perola-anarquismo-de-extrema-direita
Na cabeça de certas pessoas, a única coisa que difere esquerda e direita é o número e o peso das competências do Estado, não tendo a direita nada a ver com conservação de valores morais estagnados, ego-individualismo, naturalização das desigualdades, propriedade privada, crença numa “natureza humana” egoísta e violenta, antiprogressismo, entre tantos outros aspectos ideológicos. O absurdo da distorção do espectro ideológico é tamanho que o anarquismo, ferrenho defensor da igualdade; da liberdade ética e responsável; da soberania popular absoluta e da extinção da propriedade privada, do capitalismo e do Estado (que, segundo já dizia Max Weber, precisa do uso da violência para existir), foi considerado de extrema-direita.

perola-apologia
Não importa para conservadores que Salvador Allende tivesse sido aclamado pelo povo chileno pelo voto e um defensor do zelo da igualdade entre todos os indivíduos da sociedade pela lei. O que mais importa é que Allende era “socialista, logo um potencial ditador sanguinário e totalitário”.

perola-a-uma-mulher
Machismo, androcentrismo e homofobia são normas no conservadorismo. Tanto que a imagem acima é direcionada especificamente para homens cis heterossexuais e revela o que é o “amor/casamento tradicional” tão defendido na direita: uma relação de troca em que a mulher é uma mera máquina que troca moedas por produtos e serviços e o homem é o seu cliente e patrão ao mesmo tempo. Além disso, vale também cultuar gente que incita o ódio contra minorias e tem como objetivo a destruição dos direitos destas.

perola-a-verdade-doi
Revolta contra as injustiças da ordem social não pode, é “crime” e “vandalismo”, mas preconceito, intolerância e cerceamento dos direitos alheios, incluído o de amar, pode.

perola-bolsonazi-pena-de-morte
Ignorância social e política é lei entre quem apoia Jair Bolsonaro. Acreditam piamente que matar condenados vai inibir ou acabar com o crime, desconhecendo claramente que sempre novos criminosos hediondos vão surgir de uma ordem social desigual e cultuadora da violência e que nenhuma sociedade dotada de pena de morte conseguiu eliminar o crime pelo medo e pela execução de criminosos. Importa-lhes apenas que os crimes sejam vingados, nunca que tenham sua raiz cortada. É como quem defende que as chuvas vão deixar de cair nos vidros dos carros graças aos parabrisas.

perola-calunia-difamacao
Difamar e caluniar homossexuais, considerando-os inferiores, risíveis e indignos de direitos, pode. Denunciar publicamente a difamação e a calúnia contra eles, não. “É crime”.

perola-cotas
Non sequitur patente: por causa de três homens que vive(ra)m em três séculos diferentes, não existe nenhuma dinâmica social racista que inibe e impede que milhões de pessoas negras (incluídas também mulheres e pessoas transgêneras) alcancem altos cargos de poder no Brasil ou sequer se formem em Direito.

perola-esquerda-x-direita-2
Não basta confeccionar espantalhos ridículos da esquerda, também é de lei fazer espantalhos heroicos da direita. Completa ignorância sobre os princípios políticos e morais de ambas as metades do espectro político, um reductio ad absurdum extremamente maniqueísta. O ódio é pai da falácia, e a ignorância é sua mãe.

perola-esquerdices
No conservadorismo a esquerda é tão demoníaca que virou xingamento. Esquerdistas são feios, chatos, bobos e caras de mamão.

perola-estatuto
Na geração de quem fez essa imagem é que era bom demais. Crianças e adolescentes não tinham direitos e eram submissos à violência e ao autoritarismo dos adultos.

perola-eu-sou-reacionario
O reacionário acima defende a liberdade compartilhando imagens que defendem o fim de N liberdades. Aliás, sequer defende alguma coisa descrita na imagem (“trabalho e estudo como caminho”, “menos intervenção estatal”, “liberdade religiosa” etc.) fora seu próprio ódio contra as mudanças sociais. Entendedores entenderão.

perola-feliciano-x-wyllys
Defensores de Marco Feliciano: usam falácia de apelo à multidão e esquecem que Feliciano ofendeu milhões de mulheres, negros, afrorreligiosos, homossexuais, pagãos e católicos.

perola-feminismo
O espantalho que fazem do feminismo é melado de sangue. Dizem que o feminismo prega “ódio e misandria” ao mesmo tempo em que incitam o ódio contra feministas. Qualquer semelhança com as charges misóginas contra as sufragettes (defensoras do direito feminino ao voto que militaram nos séculos 19 e 20) não é mera coincidência.

perola-humanofobia
Porque ser um humano é motivo de preconceito, discriminação e crimes de ódio. Opressões de gênero, de raça, de orientação sexual, de (ir)religião, de idade etc. non eczistem, e ser um crime de ódio não deveria ser considerado agravante de crimes contra a vida e a integridade físico-psicológica. Assim acreditam os homofóbicos e machistas.

perola-intervencao-militar
Contra uma “ameaça” imaginária, supressão da democracia já! O nazi-fascismo idealizador de “inimigos nacionais” mandou lembranças.

perola-levante-se
PSDB, PMDB, PR E PSD COMUNISTAS!!!!111!onze!11um!!!1 Extrema-direita: sentir medo ou rir?

perola-maconha
Fumar maconha não! Beber até cair e agredir e matar pessoas bêbado sim!

perola-partidos-sociais
Certas pessoas delirariam se fosse criado o Partido Antissocial Antipopular Antitrabalhista Brasileiro.

perola-preta-gil
 Para depreciar quem defende justiça e igualdade, vale fazer comparações esdrúxulas, machistas e criminosamente difamatórias entre um inimigo dos Direitos Humanos e uma cantora defensora dos mesmos. Aviso: Caso Preta Gil queira processar o autor dessa imagem por difamação, sinta-se à vontade – fonte da imagem. Sinta-se à vontade também, Preta, de requisitar que o Consciencia.blog.br apague a imagem acima caso ache melhor.

perola-quer-mudar-o-brasil
Pessoas que desejam conservar a ordem das coisas e impedir mudanças falam em “mudar” o Brasil e listam coisas que não fazem nada para defender fora expelir ódio verbal contra a esquerda e os partidos ex-esquerdistas.

perola-revolucionario-x-reacionario
Divulgar o que a esquerda realmente pensa é “doutrinação ideológica”. Divulgar espantalhos da esquerda e divinizar a direita e seus valores não é. Coerência faz falta por aqui.

perola-serra-x-haddad
Certos militantes de direita têm crenças que deixariam crianças pequenas envergonhadas.

perola-sexo-que-precisa-de-protecao
Porque os homicídios, suicídios e atropelamentos de homens são causados pela opressão “femista”, “misândrica” e “ginocêntrica” promovida pelas mulheres. Mulheres “femistas” matam ou atropelam homens e induzem homens ao suicídio a cada minuto – dá para levar isso a sério? E a proposta aqui é proteger o homem… dele mesmo?

perola-socialismo-x-capitalismo
Capitalismo, onde filas de pães esperam por você. Exceto se você fizer parte dos bilhões de seres humanos que não têm condição de comprar filas de pães na padaria graças à desigualdade promovida pelo capitalismo.

Leia mais:

O radical classe média : O medíocre



14 comentários:

  1. Tudo o que eu achei foi ódio. Ódio contra tudo aquilo por que a esquerda libertária luta, e também por quem é ou era militantemente de esquerda. Ódio contra a luta LGBT, contra o respeito às diferenças, contra quem luta pela igualdade, contra o ambientalismo, contra o feminismo, contra os Direitos Humanos, contra o socialismo e o comunismo (contra estes o ódio ultrapassa todos os limites de irracionalidade e fanatismo), contra a luta dos ateus por visibilidade e respeito, contra a onda nacional de protestos de junho, contra o pouquinho que existe de Estado de bem-estar social no Brasil, contra a distribuição de renda, contra a diversidade etnocultural e religiosa… contra tudo e todos que tenham como ideais a justiça, a igualdade, o progresso ético-moral, o chamado desenvolvi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  2. Faltou esta asneira aqui, que não foi muito difundida.

    http://sphotos-a.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-frc1/857988_165409450277794_2123787827_o.jpg

    ResponderExcluir
  3. Para o teu público, de pessoas da esquerda, de fato, pode surtir algum efeito. Particularmente, para pessoas normais, os comentários feitos por ti são fracos de argumentos, estão no clichê de ódio (tão propagado pelos regimes esquerdistas) e sinceramente, tirando alguns verbetes em latim, os argumentos são tão pedestres que decidi não perder tempo lendo. Se não publicar, não tem problema, o importante é que leias e reflitas no quão absurdo é apoiar regimes esquerdosos.

    ResponderExcluir
  4. A esquerda odeia a liberdade de expressão, este texto é um grande exemplo!

    ResponderExcluir
  5. Ae colega você é fraco , é bom estudar mais.... e como diz meu pai '' procurar pelo em ovo não leva nada , por mais q vc procure vai continuar apenas um ovo e sem pelo''

    ResponderExcluir
  6. Kleber Souza delfante16 de setembro de 2013 19:57

    Defendeu criminoso (só porque tem menos de 18 anos), já perdeu a batalha, perdeu o tempo do post e principalmente perdeu a oportunidade de ficar calado.

    ResponderExcluir
  7. Visite mais as páginas de direita. E compre o livro "O mínimo que você precisa saber para não ser idiota" - Olavo de Carvalho. Está precisando aprender algo novo e reavaliar seus conhecimentos com urgência. Temo por seu cérebro, está quase derretido.

    ResponderExcluir
  8. Engraçado como o senhor classifica como sendo motivada pelo ódio qualquer discordância ao pensamento esquerdista... Segundo o dicionário ódio pode ser definido: 1) Sentimento de profunda inimizade; paixão que conduz ao mal que se faz ou se deseja a outrem. 2) Ira contida; rancor violento e duradouro.

    Ódio esse facilmente identificável no que você chama de “manifestações” de minorias.Ou o senhor vem me dizer que um profundo sentimento de amor e benevolência levou grupos gayzistas e feministas a profanarem objetos religiosos durante a JMJ (enfiando-os em seus buracos).Talvez esse mesmo sentimento benevolente tenha levado gayzistas a agredir o deputado Feliciano, a pertubarem lugares de culto.
    Imagino a tamanha bondade do senhor Jean Willys ao chamar o Papa de Genocida.

    Meu poupe... O senhor coloca a si e seus aliados como estando no mais elevado valor, e todo aquele que discorda do pensamento esquerdista como monstros motivados pelo ódio; apela para sentimentos em todo o seu texto e mostra-se incapaz de usar a razão.

    Chama atos de vandalismo e destruição de “revoltas contra injustiças sociais” e de “preconceito e intolerância” manifestações pacificas.

    Critica o fato de ser de esquerda virar xingamento, ao mesmo tempo em que coloca a direita como monstros motivados pelo ódio.

    Os fins justificam os meios?Pois é isso que dá a entender esse seu texto, que na luta contra o “preconceito a intolerância” vale tudo. Ora, seus ideais não são nada elevados, veja os frutos que eles produziram em países como a China, a Coréia do Norte e a Rússia.

    ResponderExcluir
  9. Achei seu post bom e concordo em alguns pontos, porém em outros, como legalização do aborto, proteger menores bandidos (homicidas criminosos), favorecer cotas raciais, Bolsa Família e ainda pela aliança esquerda x Partidos corruptos como PMDB, etc. Sou Totalmente Contra, e o fato é que a esquerda dita "esquerda" não está realmente aplicando um governo de esquerda, mas o que vejo é a continuidade do sistema servil, onde patrões, donos da imprensa, meios de produção e propriedade privada, continuam a vivenciar o status quo de tempos atrás, e o que houve foi apenas a expansão do crédito da era Lula, e isso não sustenta nenhum crescimento a longo prazo, vide a taxa de crescimento pífia do Brasil... Mas de fato precisamos de um governo que aplique uma revolução na Educação assim o País terá um crescimento a longo prazo mais duradouro.

    ResponderExcluir
  10. Eu pensei em muita coisa pra escrever, mas lembrei de uma imagem, que vale mais que mil palavras:
    http://oprogressonet.com/media/cache/18/af/18afd51e967743b4dbb4bb89f5c414f3.jpg

    ResponderExcluir
  11. O socialismo disfarçado no Brasil, ele existe e está dentro de uma organização criminosa. Fora esquerda, fora comunismo.

    ResponderExcluir
  12. Você ficou o texto inteiro preocupado com espantalhos criados pela direita contra a esquerda, porém não percebeu que seu texto inteiro se tornou um espantalho contra a direita, taxando-os como preconceituosos, burros e etc, com várias falácias ad hominen utilizadas. O texto não valeu a pena, seja pelas opiniões políticas radicais disfarçadas no sarcasmo barato, seja as generalizações gritantes em alguns pontos. E a propósito, Bolsonário defende a pena de morte pois não vale a pena gastar dinheiro do contribuinte mantendo vivos assassinos ou estupradores em séri e não por achar que previne o crime. O que previne o crime é educação de qualidade, que atualmente só existe na iniciativa privada ou em colégios militares, não em escolas de um estado aparelhado e corrupto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muita ignorância, mds! Bergamo, como bom direitista mostra seu ódio, preconceito e desconhecimento em educação e sistema prisional. Vou listar pra ficar mais fácil:
      1- colégios militares são públicos e custeados pelo governo federal. Caso o governo queira, ele corta a verba e não haverá bater de botina q os salve disso. Na verdade, o governo investe em media 14 mil reais por aluno ao ano em escolas militares, mais de 3 vezes a média nacional. Esses colégios "funcionam" justamente por serem públicos e custeados pelo Estado, perceba q existe uma grande vantagem para um professor ir lecionar lá (salários altos, alunos pré-selecionados via cursinho e estabilidade no emprego). Isto só mostra como é possível fazer a educação melhorar, basta vc investir nela, pombas! É tão difícil assim?
      2- Quem disse que colégio privado é sempre melhor? Há vários exemplos aqui no RJ de colégios públicos que estão na elite de desempenho, formando maior parte da intelectualidade local. Incluindo o Colégio Militar, temos o Colegio Pedro II, CEFET, IFRJ, Cap-UFRJ e Cap-UERJ. No nível deles, temos uma meia dúzia de particulares, geralmente religiosos: São Bento, Santo Inácio, Santo Agostinho e mais outros menores. E, como aluno de engenharia da UFRJ, te digo q a diferença cultural entre os alunos que vem públicos e do privado é imensa, começando pelo fato q no público mais da metade dos professores tem doutorado e a formação é muito, mas muito mais crítica e adaptada ao séc XXI. Quando comparamos com esses cursinhos então... mds, é gritante um calouro não saber o conceito de valor agregado, só sabe passar no vestibular e mais nada.
      3- desde quando falta de recurso é argumento pra se matar uma pessoa? É gritante essa sua frase pq assume q vc não dá a mínima pra ONU. Eu disse ONU, sabe o q é isso e a q consequências isto nos pode levar? Esse tipo de pensamento q Bolsonaro e cia têm só mostra a falta de cultura deles mesmo. Enquanto se dizem combatentes dum tal "Comunismo" (q de fato nem existe mais, na verdade eles são contra a social-democracia, sistema de bem-estar social, como é vigente na França e na Suécia, por exemplo) e acusam genocídios em Cuba, falta de liberdade de expressão na Coreia do Norte (mal sabem eles como é ser jornalista da Coreia do Sul...), hilariamente defende a ditadura militar brasileira (que renegou a imprensa, fazendo forte censura) e homenageia torturadores como Ustra.
      É um verdadeiro show de horrores a direita do Brasil, salvo raríssimas exceções.

      Excluir