terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Os racistas e a "bondade " no natal


 O rádio, era um desejo do antigo negro para poder ouvir os pregadores da igreja Batista, alguns deles ligados à Klan.

Iconografia da História
Membros da Ku Klux Klan, durante o natal de 1948, entregam um rádio a um ex-escravo de 107 anos de idade e sua esposa, em Talladega, Alabama, 1948.
Pelo que conseguimos verificar a fotografia é realmente verídica e saiu em um periódico da Klan. Mesmo sendo uma organização extremamente racista, durante as festas de natal, muitos membros deixavam o ódio de lado e realizavam ações de caridade. O rádio, segundo fontes apuradas, era um desejo do antigo negro para poder ouvir os pregadores da igreja Batista, alguns deles ligados à Klan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário